Fruto do espírito: o que é fruto?

fruto do espírito: o que é fruto

Segundo estudo do Fruto do Espírito: O que é “Fruto?

fruto do espírito: o que é fruto.

Todavia este é o segundo post da série de seis posts sobre o fruto do espírito. Desse modo o deixamos um post de introdução. (Veja a publicação de introdução ) posteriormente já postamos o primeiro post onde seu título é “fruto do espírito:

Leia nossa passagem focal, Gálatas 5:16-26 .

Ademais a palavra “fruta” usada em Gálatas 5:22 é a palavra grega “karpos”, ou seja,  refere-se ao produto natural de algo que está vivo. Literalmente, é usado para o produto de árvores, trepadeiras e plantações. Mas também é usado metaforicamente para se referir ao produto natural de um ser espiritual. Portanto Paulo usa isso para contrastar o que nossa natureza pecaminosa produz naturalmente com o que o Espírito Santo produz naturalmente.

Plantar: Pré-requisito para o cultivo de frutos espirituais

Eventualmente o pré-requisito óbvio para produzir o “fruto do Espírito” é a presença do Espírito. Sob o mesmo ponto de vista vamos ver o que a Bíblia diz sobre a presença do Espírito Santo além disso a sua obra em nós.

Leia Romanos 8:9-11 . Qual das seguintes afirmações são verdadeiras?

Dessa maneira Quais são falsos?

Em primeiro lugar: Você pode ser cristão sem ter o Espírito Santo.

Em segundo lugar: Se você não tem o Espírito, não pertence a Cristo.

Ainda em terceiro lugar: Se você pertence a Cristo, então você tem o Seu Espírito.

Leia Efésios 1:13-14 . Qual das seguintes afirmações são verdadeiras?

Em primeiro lugar: Recebemos o Espírito Santo pela fé em Cristo.

Em segundo lugar: O Espírito Santo nos “marca” como pertencendo a Deus.

E ainda em terceiro lugar: O Espírito é nossa “garantia” de que receberemos todas as promessas de Deus.

Ao mesmo tempo, estávamos todos espiritualmente mortos em nossos pecados ( Efésios 2:1 ). Assim sendo, não poderíamos fazer nada para nos salvar. Mas, na grande bondade e misericórdia de Deus, Ele enviou Seu Filho para pagar a penalidade que nossos pecados merecem ( Romanos 6:23 ). Aliás a morte de Jesus na cruz torna possível a nossa salvação. Pois Passamos da morte, consequentemente para  a vida pela graça de Deus, em outras palavras, pela fé em Cristo e pela regeneração espiritual pelo Espírito Santo ( Tito 3: 3-7 ). Acima de tudo a presença permanente do Espírito de Deus garante nossa salvação eterna ( Efésios 1:13-14 ).

Cultivar: Dois fatos importantes sobre o fruto do Espírito

Decerto vamos entender melhor o fruto do espírito explorando dois fatos principais.

Primordialmente: “Fruto” é o subproduto natural do Espírito na vida de um cristão.

Leia: 2 Coríntios 3: 17-18 abaixo:

 Porque o Senhor é o Espírito, e onde quer que esteja o Espírito do Senhor, há liberdade. Portanto, todos nós que removemos o véu, podemos ver e refletir a glória do Senhor. E o Senhor, que é o Espírito, nos torna cada vez mais parecidos com ele à medida que somos transformados em sua imagem gloriosa .

O Espírito tem trabalho a fazer na vida de um crente. De acordo com 2 Coríntios 3:18 , qual é a obra do Espírito em nossas vidas?

Desde o momento da salvação até o fim de nossas vidas nesta terra, assim como o Espírito de Deus trabalha nos crentes para transformar nossa natureza e caráter na natureza de Cristo. Com o propósito de Deus para todos os Seus filhos é que sejamos como Jesus ( Romanos 8:29 ). Portanto, o Espírito Santo está constantemente trabalhando para livrar nossa vida dos “atos da natureza pecaminosa” ( Gálatas 5:19 ) e nos conformar à imagem de Cristo. Como resultado o “Fruto do Espírito” é evidência de que nosso caráter está se tornando como o de Cristo.

Em segundo lugar: “Fruto do Espírito” não é o mesmo que “dons espirituais”.

Aprendemos que “fruto do Espírito” é o desenvolvimento do caráter de Cristo na vida de um crente. Na mesma linha agora vamos dar uma olhada no que essa “fruta” não é .

O que é e o que não é

Leia 1 Coríntios 12: 4-11 .

Embora o Espírito seja a fonte de ambos, Seus “dons” além disso “frutos” não são os mesmos. Conquanto há uma infinidade de tipos diferentes de presentes, mas um indivíduo recebe apenas o que o Espírito Santo decide dar. No entanto, o “fruto” do Espírito deve ser comum a todos os cristãos. A palavra “karpos” é singular, significando que “fruto” é um todo unificado. A fim de que a  medida que crescemos à semelhança de Cristo, com toda certeza produziremos todas as características de Sua natureza.

Crescer: um desafio para conhecer os frutos

Antes de mais nada quero que minha vida produza cada vez mais o “fruto do Espírito”. Sob o mesmo pensamento e você? Como um lembrete sólido de como deve ser nossa vida, você se juntará igualmente a mim na memorização de Gálatas 5: 22-23 ? Nesse sentido vamos fazer isso?

Logo que conversar. Você aceita o desafio da memória das Escrituras? Como a lição de hoje o ajudou a entender o “fruto do Espírito? ” O que mais lhe destacou no que discutimos?

Deixe o seu comentário e avalie o nosso post

teólogos corrêa

Teólogos Corrêa fundadores da "Teologia Com Qualidade" traz os melhores cursos de Teologia do modo livre além de deixar você atualizados com o "Blog Da Verdade" e mais de 100 livros em pdf para você fazer o seu download.

Deixe uma resposta