Sola Gratia

Sola Gratia

3.8
(1568)

SOLA GRATIA

Os cinco "SOLIs" dos reformadores

Sola gratia escrita por: Frank Horton

Eventualmente reproduzido da revista PROMESSES , com o fm de apresentamos aqui o terceiro artigo dedicado aos cinco “soli”: “Solus Christus“. Os reformadores expressaram sua crença de que “nossa salvação é realizada apenas pela obra mediadora do Cristo histórico. Sua vida sem pecado e sua obra expiatória são suficientes para nossa justificação e nossa reconciliação com o Pai “.

Sendo assim os 120 pastores, teólogos e educadores mencionados no artigo anterior, reunidos em Cambridge em abril de 1996, observaram com preocupação o deslize dos círculos evangélicos inspirados na falsa confiança nas capacidades humanas. 

Logo a auto-estima, o evangelho da saúde além da riqueza, a venda da mensagem do evangelho aos pecadores que se tornaram “consumidores complacentes” … tudo isso distorce a doutrina da justificação e a silencia. Pelo contrário, a graça de Deus em Cristo é a causa efetiva única e indispensável da salvação, pois o ser humano nasce espiritualmente morto e incapaz de colaborar com a graça regenerativa (Ef 2.8).

Portanto

a Declaração de Cambridge continua: “Reafirmamos que pela salvação somos libertos da ira de Deus, somente pela graça. É o trabalho sobrenatural do Espírito Santo nos levar a Cristo, libertando-nos da escravidão para o pecado e ressuscitando da morte espiritual para a vida espiritual.

5 Solas reforma

Sendo assim: “Declaramos que a salvação não é, em nenhum sentido, um trabalho humano. Métodos, técnicas e estratégias humanas não podem, por si só, realizar essa transformação. A fé não pode ser produzida por nossa natureza humana não regenerada.

Testes de definição (Sola gratia)

Mas o que é graça? O Novo Dicionário Bíblico dedica um artigo a ele, que começa dizendo:

“No AT, já se expressa a pura bondade de Deus que ama o pecador e deseja, não a sua morte, mas a sua conversão e a sua vida (Ez 18.23)”. E o NT acrescenta que essa graça veio através de Jesus Cristo, ou seja, que explode na Cruz, em outras palavras, que só pode ser recebida pela fé e que seus efeitos em nós são numerosos, maravilhosos e completos.

Sendo assim, um pregador tentou definir a graça dizendo que é o ato pelo qual um ser superior olha para um ser inferior para lhe dar um bem imerecido. Logo no contexto bíblico, a graça se refere ao favor imerecido de Deus ao homem caído, isto é, ele fornece em Jesus Cristo sua redenção, porque por toda a eternidade ele decidiu conceder esse favor a todos que crêem em Cristo, Salvador e Senhor.

Dessa forma é também pela graça que o crente se torna capaz de perseverar na vida cristã. Portanto vamos acrescentar o pensamento de que, em virtude de sua misericórdia, Deus guarda o que merecemos – raiva, julgamento, condenação – enquanto isso sua graça ele nos enche de inúmeros bens que não merecemos!

emagracedor ultra power max
Ultra Power Max

No entanto, essas tentativas de definição nos deixam com fome, porque sentimos instintivamente que a graça escapa às nossas categorias humanas conhecidas, ultrapassa os limites da linguagem e permanece, portanto, indefinível! Com toda certeza é por isso que as Escrituras não a explicam, mas a declaram (Êx 33:19, 34: 6-7, Dt 7: 7-8, Sl 32: 1-5, 130: 3-4, 7-8, João 1: 7, Rom 3: 24, 4: 16; 11.6, 2 Cor 8.9, Ef 2.8-9, etc.), além disso dá muitos exemplos históricos, tanto no AT quanto no NT. Por outro lado a ilustração mais impressionante seja a da recepção pelo pai ao filho “pródigo” na parábola contada por Jesus (Lucas 15: 11-32), que resumimos abaixo.

Filho pródigo … ou pai pródigo?

Primordialmente para os líderes religiosos que o acusam de namorar pessoas de “vida ruim” (Lucas 15: 1-2), Jesus administra uma série de choques terapêuticos, contando-lhes as parábolas da ovelha perdida, do dracma perdido, então dois filhos perdidos.

Logo assim o pai desta última parábola faz várias torções, que podem ser encontradas nos costumes de seu tempo. Dessa forma diante da demanda ultrajante de seu filho mais novo, nesse meio que, sem admitir a morte de seu pai, queria que ele, em vez de negá-lo, o excluísse da família e o banisse publicamente da comunidade, ele o concedeu ele afirma!

Portanto tendo desperdiçado sua herança, tendo caído na miséria, dessa forma o filho se entrega a um raciocínio que nos parece assemelhar-se a cálculos muito mais interessados ​​do que um começo de arrependimento sincero logo começa no caminho de casa.

Em seguida é aqui que assistimos a uma das cenas mais inesperadas e esmagadoras das Escrituras.

 Evenualmente o pai espera, observando o caminho, sem dúvida orando, no entanto um dia finalmente reconhece o garoto de longe. Certamente esta é uma oportunidade para dar a esse jovem o que ele merece e negá-lo brutalmente diante das testemunhas não apenas … , como também … pelo menos para chamar uma consulta à família cética para avaliar a profundidade de seu arrependimento. Nem um pouco! Ademais o pai se entrega a um espetáculo humilhante para um patriarca oriental: aos olhos dos espectadores espantados, ele levanta as vestes e corre para encontrar o filho que cai no pescoço, pega-o nos braços e beija o vagabundo. trapos, fedorento chiqueiro!

vida nova
!!!! super ofetra imperdível !!!!
Dessa maneira

“Você me censura por comer com pecadores e contribuintes?”, Disse Jesus em substância aos escribas e fariseus. “Perfeitamente! Mas não apenas como com eles: espero por eles, observo-os à distância e, quando eles começam no caminho de volta, corro para encontrá-los, os cubro com beijos e os forço a entrar em minha casa para festejarmos juntos. “Se o Senhor esperasse de nós as provas do perfeito arrependimento, ele nunca correria para nos encontrar. Isso se chama GRAÇA, uma graça incrível, incompreensível, ilusória, que toma a iniciativa. Enquanto isso o menino concordar em ser bem-vindo, beijado, recebido de volta à família, pode-se deduzir que ele está começando a passar por um arrependimento genuíno.

Rasgado à perdição “sola gratia”

Eventualmente antes da morte de seus pais, quando ele tinha apenas seis anos, John Newton teve uma forte influência cristã.

De tal forma ele foi então enviado a um pai incrédulo, que zombou do cristianismo e abusou dele. Finalmente, para escapar dessas condições, Newton se ofereceu na marinha britânica, onde se tornou escravo dos pecados mais graves.

Logo ele desertou e foi para uma região da África onde poderia, como disse, “se encher” de pecados além disso viver em uma degradação indescritível.

Visto que de lá, ele foi contratado como navegador em um navio negreiro, onde continuou sua vida sombria. Como resultado um dia, ele conseguiu forçar o cadeado da sala onde o rum estava guardado; estava bêbado a ponto de perder o equilíbrio e cair no mar, de onde um policial o recuperou plantando um arpão na coxa.

Assim como no final da viagem, o navio entrou em uma tempestade violenta, perdeu o curso e começou a afundar. Dessa forma Newton foi enviado para as bancas, onde estavam os escravos, com a ordem de operar as bombas. Dessa maneira por dias, apavorado além disso convencido de que a morte estava próxima, ele estava trabalhando em bombear água e começou a orar ao Senhor.

 Os versos bíblicos, aprendidos no colo de sua mãe, que ele pensava terem sido esquecidos há muito tempo, vieram a ele na memória e ele foi milagrosamente transformado, gerado de novo.

Posteriormente de volta à Inglaterra, ele se tornou um poderoso pregador da Palavra de Deus e teve a oportunidade de pregar diante da rainha. É lembrando as circunstâncias de sua conversão que ele compôs as palavras do famoso hino, Amazing Grace. Pois ele aprendeu, como todo cristão, que a graça de Deus transcende todas as nossas categorias e que essa graça encontrou sua expressão suprema na morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo.

este post foi útil para você

Por favor clique nas estrelas para avaliar o post

Média de classificação 3.8 / 5. contagem de votos 1568

Até agora nenhum voto! seja o primeiro a avaliar o post

Obrigado pela avaliação

siga-nos nas mídia sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você

vamos melhorar este post!

diga-nos como podemos melhorar este post

teólogos corrêa

Teólogos Corrêa fundadores da "Teologia Com Qualidade" traz os melhores cursos de Teologia do modo livre além de deixar você atualizados com o "Blog Da Verdade" e mais de 100 livros em pdf para você fazer o seu download.

Deixe uma resposta