Cantora gospel com HIV

Cantora gospel com HIV

Famosa cantora gospel perde o medo e revela que tem HIV

cantora gospel com HIV

Todavia o estágio delicado que Mariah enfrentou devido à enfermidade exigiu fé e ao mesmo tempo coragem, não somente de sua parte, mas também de sua família.

Dessa maneira quem vê a cantora Mariah Gomes tão sorridente, embora não imagine o que ela teve que enfrentar no passado para lutar por sua própria vida. Diagnosticada aos 11 anos de idade com o vírus do HIV e em virtude tendo entrado em estágio terminal pouco antes dos 15, sobretudo ela contou em uma entrevista exclusiva ao durante a Expo-evangélica 2019, que apesar do tempo difícil que vivenciou na adolescência, e o mais importante  viu a mão de Deus cuidando de tudo e a reerguendo.

“Eu fui diagnosticada aos 11 anos e, já em estado terminal, quando eu ia fazer 15 anos eu descobri. Foi de tal forma um trauma muito grande para mim, foi muito difícil, por isso eu entendi que havia um propósito para isso. Ou seja, Eu sei que Deus tinha algo a fazer através de todo esse problema”, afirmou.

“Deus não coloca doença em ninguém, mas já que aconteceu, Deus sempre faz do limão a limonada, e às vezes uma suíça, que eu ainda prefiro”, acrescentou ela, com bom humor. 

"Tudo é possível para Deus"

Acima de tudo Mariah explicou que durante alguns anos manteve certo sigilo sobre a situação que enfrentou, já que sabia que o assunto é delicado, complexo e além disso, precisava ser relatado de uma forma que tivesse como objetivo a edificação da fé das pessoas e não somente isso mas  também o lado trágico da história. Portanto, a história foi revelada dessa maneira no projeto “Viva a Sua Música”, um mini documentário de cerca de 14 minutos, que traz de fato este relato com depoimentos da própria cantora, além disso de familiares e amigos.

“Eu sabia que Deus tinha algo a fazer, mas não contava para ninguém, porque eu sabia que havia o momento certo, a forma certa de se falar, ainda mais destacou. Consequentemente“Eu não quis contar uma história triste. Eu quis mostrar para as pessoas que a gente pode ter esperança, apesar de qualquer coisa que a gente viva; que a nossa vida é uma música e que cada passo é uma nota. Se eu estou respirando, é porque a minha música ainda não acabou, então eu preciso continuar”.

Logo que“A história não é sobre mim, é sobre o amor que me dá forças para continuar todos os dias com esperança e esse amor está disponível para qualquer pessoa. É essa a mensagem que a gente quer passar”, explicou.

Fé em família

Ademais o estágio delicado que Mariah enfrentou devido à enfermidade exigiu e coragem, ou seja, não somente de sua parte, mas também de sua família.

“Quando a gente passa por um momento difícil, sabe que pode recorrer ao poder dos poderes, que é o Senhor. Então, não importa se é impossível para os médicos, para a medicina… tudo é possível para Deus”, disse.

“Os médicos me condenaram, disseram para os meus pais que não tinha mais jeito, mas eu falei com Deus e Ele mostrou que ainda tinha algo a fazer através de mim e apesar de mim. Eu estou aqui hoje para provar isso”, acrescentou. cantora gospel com HIV

teólogos corrêa

Teólogos Corrêa fundadores da "Teologia Com Qualidade" traz os melhores cursos de Teologia do modo livre além de deixar você atualizados com o "Blog Da Verdade" e mais de 100 livros em pdf para você fazer o seu download.

Deixe uma resposta