X

OBSERVÇÃO

Você pode está entra em contato conosco através do ZAP  whatsapp

Jovem Cristão Assassinado

5
(25)

Jovem Cristão Assassinado

ora … , ora … mais um jovem cristão assassinado pelo estado Islâmico

Ademais um homem nigeriano que foi executado por uma criança militante em um vídeo divulgado por um grupo do Boko Haram aliado ao o Estado Islâmico dias atrás. Foi identificado como um estudante universitário jovem cristão de 22 anos.

Assim sendo o jovem cristão assassinado seu nome era Ropvil Daciya Dalep. A saber o Jovem Cristão Assassinado veio da área do governo local de Pankshin, do estado de Plateau, e frequentou a Universidade de Maiduguri, no estado de Borno. Eventualmente Seu vídeo de execução ganhou atenção da mídia nesta semana.

Uma criança militante afiliada à Província da África Ocidental mata Ropvil Daciya Dalep em um vídeo divulgado em janeiro de 2020.

Contudo era o Jovem Cristão Assassinado era um estudante de biologia que estava voltando para a escola nas férias de Natal. inesperadamente foi sequestrado em 9 de janeiro. Supostamente pela província do Estado Islâmico da África Ocidental, de acordo com a ONG britânica.

Dessa maneira o jovem cristão assassinado foi levado junto dele o colega nativo de Plateau e o major de zoologia de 20 anos, Lilian Daniel Gyang, e outra pessoa que foi libertada posteriormente.

Ademais um legislador federal de Plateau, Gyang ainda está em cativeiro. De tal forma esse comunicado foi divulgado por uma equipe de mídia. Desse modo Maren afirmou que os extremistas deixaram claro que estão mirando no “platô”, pois também executaram dois carpinteiros no ano passado.

você aprenderá a extrair o conhecimento bíblico obedecendo o contexto, ou seja aprenderá a aplicar esta Palavra em sua vida e aprenderá a compartilhar a Palavra de Deus da maneira correta e eficaz!.

Após o assassinato Jovem Cristão já tem um novo alvo

“Assim também os terroristas declararam claramente por que estão mirando no platô quando os cidadãos do platô resolveram suas diferenças e além disso estão saindo pacificamente juntos”, disse Maren. “Apelo ao governo federal e às agências de segurança para que cumpram sua obrigação de evitar mais perdas de vidas que não podem ser toleradas.”

Afinal a execução do jovem cristão Dalep mostra a vítima ajoelhada sendo baleada na cabeça pela criança mascarada que fala árabe e hausa. 

Fala da criança militante antes da execusão

Sobretudo no vídeo divulgado a criança alega que o assassinato do jovem cristão Dalep foi uma vingança pelo “derramamento de sangue” cometido pelos cristãos. “Em particular, este é um dos cristãos de Plateau”, disse a criança no vídeo. “Estamos dizendo aos cristãos, bem como não esquecemos o que vocês fizeram aos nossos pais e antepassados. Dessa forma estamos dizendo a todos os cristãos ao redor do mundo, que não esquecemos e, portanto, não vamos parar. Assim também temos que vingar o derramamento de sangue que foi feito como este …

Surpreendentemente a criança militante no vídeo tem aproximadamente 8 anos de idade. “Não há fim na imoralidade do ISIS “, escreveu Katz em um tweet sobre o vídeo. 

Katz vê paralelos entre o vídeo de execução de Dalep e os vídeos de execução lançados em anos anteriores durante o reinado do Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

Nesse sentido o vídeo não é apenas uma peça do isis, direcionada aos Cristãos dos últimos anos. Mas também um retrocesso à sua propaganda mais antiga do Iraque e da Síria de crianças fazendo lavagem cerebral que executavam terríveis execuções. Este novo vídeo do ISWAP mostra uma repetição da mesma doutrinação.

Jovem cristão assassinado não foi único

Antes de tudo execução do jovem cristão assassinado Dalep ocorreu anteriormente ao fato do grupo terrorista islâmico executar o pastor Rev. Lawan Andimi, presidente do capítulo da Associação Cristã da Nigéria na área do governo local de Michika no estado de Adamawa.

Decerto o vídeo do Jovem Cristão assassinado Dalep segue outro vídeo divulgado pela Amaq em dezembro, mostrando a execução de 11 trabalhadores cristãos na Nigéria, supostamente em resposta ao assassinato do líder do Estado Islâmico.

Antes de mais nada o ISWAP, que declarou sua lealdade ao Estado Islâmico em 2016, se separou do Boko Haram logo depois que Baghdadi tentou substituir o líder do Boko Haram por um de sua escolha.

O Estado Islâmico ganhou destaque na África, pois também possui células ativas em países vizinhos como Camarões, Burkina Faso, Chade, Níger e Mali. 

Nunca será possível pregar com poder e impactar vidas sem o Espírito Santo, pois isso é igual a cortar uma árvore com o cabo do machado apenas, sem a lâmina cortante. Estudar é bom, conhecer a Bíblia e capacitar-se é fundamental, mas não há substituto para o relacionamento pessoal com Deus.

Combate contra terrorismo

De acordo com um relatório de 2018 do Centro de Combate ao Terrorismo da Academia Militar dos EUA, as estimativas sugerem que pode haver até 6.000 militantes alinhados pelo Estado Islâmico espalhados por nove células diferentes na África.

Acima de tudo somente na Nigéria, milhares e milhares de pessoas foram mortas nos últimos anos devido ao aumento do extremismo islâmico radical e à radicalização dos pastores Fulani.

No entanto, ativistas criticaram a incapacidade do governo nigeriano de impedir os ataques de militantes do Boko Haram, ISWAP e Fulani.

Logo depois a morte de Andimi, a Associação Cristã divulgou uma declaração criticando a resposta pouco formal do presidente Buhari e seu governo ao aumento da violência.

“É repreensível e triste que cada vez que o governo reivindique a derrota da insurgência, mais assassinatos de nosso povo sejam cometidos”, diz o comunicado da CAN.

“A manutenção da segurança é a menor responsabilidade de qualquer governo que sabe seu valor. Mais uma vez, pedimos ao Presidente Buhari que se purifique das alegações de nepotismo e favoritismo religioso, reconstituindo a liderança de equipamentos de segurança.”

Inegávelmente a Nigéria é classificada como o 12º pior país do mundo no que diz respeito à perseguição cristã, de acordo com a pesquisas. Em dezembro, a Nigéria foi colocada pela primeira vez na Lista de Vigilância Especial do Departamento de Estado dos EUA para países nos quais são toleradas violações graves à liberdade religiosa.

Por conseguinte a grande tragédia da resposta ineficaz da Nigéria aos pastores do Boko Haram e Fulani agora faz parte dos Camarões e outras áreas como Burkina são muito afetadas

este post foi útil para você

Show comments

Nosso website utiliza cookies para sua segurança na navegação

saiba mais